Páginas

terça-feira, 15 de setembro de 2009

A Porta Estreita

Objetivo: Mostrar aos pequeninos a diferença entre a porta larga e a porta estreita.

Fazê-los entender, quais os caminhos que nos levam ao caminho correto, ou seja, o da porta estreita.




Fazer a leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo para a Infância e Juventude. Volume 2.

Trecho do Evangelho:


Capítulo XVIII - Muitos os Chamados e Poucos os Escolhidos - A Porta Estreita.

"A porta da perdição é larga. Pois para nela passar, basta simplesmente roubar, do que trabalhar muito. Basta mentir para sair de uma dificuldade, em vez de dizer a dura verdade. Basta odiar aquele que feriu no lugar de perdoá-lo. Basta sentir ciúmes e não confiar. Já a porta estreita da salvação exigirá que você seja virtuoso. Que se empenhe por ajudar ao próximo, que perdoe os que o tratam mal, que auxilie aos pobres e desvalidos."



Dinâmica: O que você escolhe?

Material: 2 embalagens de danone unidas, (embaixo de cada uma colocar um papel escrito: direita e no outro esquerda) ou pode se decidir por sorteio mesmo.
Bonequinhos e as casinhas desenhadas no papel pardo e miniaturas de uma porta larga e uma estreita (Foram feitas com embalagens de gelatina e coladoas com EVA).
Fazer plaquinhas com outras atitudes escritas como: paciência, preguiça... para a próxima rodada.

Desenvolvimento: A atividade inicia com dois bonecos. Girar o danone, para ver quem vai começar do lado direito (porta estreita) e esquerdo (porta larga). Em cada casa vai ter uma atitude.

EX: As primeiras casas, a p. estreia diz: trabalhar e a p. larga diz: roubar.
Roubar é errado então o bonequinho segue pela porta larga, andando mais uma casa, até cair em uma atitude boa, aí ele vai para a porta estreita e assim vice-versa. Se está em uma atitude boa ele segue pela p. estreita e assim a brincadeira prossegue.
Ao chegarem no final, entra outros dois participantes, outra rodada, onde vai mudar as atitudes nas casinhas, para não ficar as mesmas atitudes sempre.


Conclusão: Como diz o nome da atividade, nós é que escolhemos o caminho que devemos seguir. Temos o nosso livrearbítrio, podemos escolher o que plantar, mas a colheita é obrigatória, não podemos escolher o que colher. Muitas vezes estamos indo pelo caminho correto da p. estreita, mas nos desviamos para a larga. Devemos tomar muito cuidado! Como Jesus falou: "Orai e vigiai: palavras, atitudes e pensamentos."





Próxima postagem: Amar o próximo.

Até a próxima!!!

0 comentários: