Páginas

domingo, 8 de abril de 2012

A Lojinha de Deus



A LOJINHA DE DEUS

Entrei numa loja e vi um senhor no balcão.
Maravilhado com a beleza da loja, perguntei:
- Senhor, o que vendes aqui?
- Todos os dons de Deus.
- E custam muito? Perguntei.
- Não custam nada; aqui tudo é de graça.
Contemplei a loja e vi que haviam jarros de amor, vidros de fé, pacotes de esperança, caixinha de salvação, muita sabedoria, fardos de perdão, pacotes grandes de paz e muitos outros dons de Deus.
Tomei coragem e pedi:
- Por favor, quero o maior jarro de amor de Deus, todos os fardos de perdão, um vidro grande de fé, todos os pacotes de felicidade e de paz, para mim e para toda minha família.
Então, o senhor preparou tudo e entregou-me um pequenino embrulho que cabia na palma da minha mão.
Incrédulo, disse-lhe:
- Mas como é possível estar aqui tudo que eu pedi?
Sorrindo, o senhor me respondeu:
- Meu querido irmão, na loja de Deus não vendemos frutos, só sementes.




Para você qual fruto é mais difícil plantar? Por que?

Todos nós trazemos imperfeições, mas tem sempre uma que é mais latente em nós e é justamente nessa que temos que trabalhar. Se é no estudo, por exemplo, como melhorar isso?

Devemos plantar as sementes boas, cultivar em nosso coração e distribuir para o nosso próximo.


0 comentários: