Páginas

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A Conversão de Paulo

 


DINÂMICA PARA INTRODUZIR A HISTÓRIA: 

A aula de hoje começa com uma brincadeira, para que depois as crianças assimilem a razão dela. Assim como Saulo, elas não enxergavam as outras crianças e tudo parecia confuso.


Moral da brincadeira: Quando estamos sem Jesus no coração, somos como Saulo, cegos nesse mundo. Não vemos as coisas ruins que fazemos e a nossa vida precisa da Luz que é Cristo. Mas quando convidamos Jesus para morar em nosso coração e nos perdoar os erros, não somos mais cegos e confusos, mas agora vemos.


O professor precisará de:
- Lenço grande
- Espaço para a brincadeira
 
Após a brincadeira, que deve durar alguns minutos, use algum tipo de sino ou barulhinho para chamar as crianças para a história. Elas deverão ser orientadas a se sentar quando ouvirem o som do sino ou alarme.
Sorteie uma criança para ficar de olhos vendados. Diga ás outras crianças que elas terão de fugir, pois se alguma for pega, deverá tomar o lugar da criança vendada. Oriente-as para não empurrar, beliscar ou algo dessa natureza a criança com a venda. Elas podem chamar, brincar e rir, mas evite que as crianças gritem para que não atrapalhem as outras salas ou o culto.
Enquanto as outras crianças se espalham aleatoriamente pela sala, conduza a criança com a venda pela mão, andando com ela. Tenha o cuidado de retirar qualquer objeto que a faça cair e se machucar.
A criança que for pega será a próxima a ser vendada.

FONTE: http://trabalhinhos.blogspot.com.br/2009/01/converso-de-paulo.html


A CONVERSÃO DE PAULO

Saulo, pois era assim que Paulo se chamava antes de aceitar a Jesus ele  era um homem de pequena estatura, homem natural de Tarso uma cidade da região da Cílicia (Atos 21.39), era  judeu , era também um importante religioso  que não gostava dos cristãos  então ele prendia homens e mulheres com correntes , algemas, levava eles para a prisão e por conta disso muitos cristãos fugiam para outras cidades com medo.
Mais Saulo sabendo disso resolveu levar a perseguição aos cristãos para outras cidades também, assim, Saulo partiu para Damasco, cerca de 240 km distante, provido de credenciais que lhe dariam autoridade para, encontrando os “que eram do caminho, assim homens como mulheres, os levasse presos para Jerusalém” (Atos 9:2).
 E Saulo durante a viagem, dia após dia, no pó da estrada e sob o calor escaldante do sol viu ao longe a cidade de Damasco, mais aconteceu uma coisa da qual Saulo não esperava:  uma luz que vinha do céu brilhou em volta dele. Ele caiu no chão e ouviu uma voz que dizia: — Saulo, Saulo, por que você me persegue? — Quem é o senhor? — perguntou ele. A voz respondeu: — Eu sou Jesus, aquele que você persegue  e  Saulo se levantou do chão e abriu os olhos, mas não podia ver nada. Então homens que viajavam com ele o pegou pela mão e o levaram para Damasco,e  lá ele ficou três dias sem poder ver e durante esses dias não comeu nem bebeu nada. Em Damasco morava um seguidor de Jesus chamado Ananias. Ele teve uma visão, e nela apareceu o Senhor, chamando: — Ananias! Ele respondeu: — Aqui estou, Senhor! E o Senhor lhe disse: — Apronte-se, e vá até a casa de Judas, na rua Direita, e procure um homem chamado Saulo da cidade de Tarso e Ananias obedeceu ao Senhor disse mais a Ananias : — Vá, pois eu escolhi esse homem para trabalhar para mim, a fim de que ele anuncie o meu nome aos não-judeus, aos reis e ao povo de Israel. Eu mesmo vou mostrar a Saulo tudo o que ele terá de sofrer por minha causa. Então Ananias foi, entrou na casa de Judas, pôs as mãos sobre Saulo e disse: — Saulo, meu irmão, o Senhor que me mandou aqui é o mesmo Jesus que você viu na estrada de Damasco. Ele me mandou para que você veja de novo e fique cheio do Espírito Santo. No mesmo instante umas coisas parecidas com escamas caíram dos olhos de Saulo, e ele pôde ver de novo. Ele se levantou e foi batizado; depois ele comeu alguma coisa e ficou forte como antes. Saulo ficou  alguns dias com os Cristãos em Damasco e começou imediatamente a anunciar Jesus nas sinagogas, dizendo: — Jesus é o Filho de Deus. Todos os que ouviam Saulo ficavam admirados e perguntavam: — Não é este o homem que em Jerusalém estava matando os Cristãos? Não foi ele que veio até aqui para prender e levar essa gente aos chefes dos sacerdotes?
Mas as mensagens de Saulo se tornavam cada vez mais poderosas. E as provas que ele apresentava de que Jesus era o Messias eram tão fortes, que os judeus que moravam em Damasco ficavam calados, sem ter o que dizer.
Deus através do seu filho Jesus, que  resgatou Paulo e o perdoou de todos os seus pecados, mudou seu coração e o seu nome para Paulo, para que ele fosse um grande pregador da Palavra de Deus.
 

 

0 comentários: